Agrupamento de Escolas de Muralhas do Minho, Valença

Erasmus+

Programa da Comissão Europeia, no domínio da Educação, Formação, Juventude e Desporto

Início  |  Processo  |  Cursos estruturados  |  Mobilidades  |  Job shadowing  |  Impacto  |  Relatório crítico

Medir o impacto do projeto

– Os objetivos foram atingidos?

– Que mudanças ocorreram como resultado do projeto?

– Conseguiram alcançar-se os resultados positivos esperados?

– Que efeitos inesperados é que o projeto/formação/mobilidades tiveram no público-alvo/organização?

Níveis de impacto

Micro: na sala de aula práticas letivas/estratégias.

Meso: na organização melhoria das aprendizagens, melhoria dos resultados escolares, motivação dos stakeholders, disseminação do conhecimento, reflexão.

Macro accountability: prestação de contas à Agência Nacional ou outros que poderão medir os impactos dos projetos a nível nacional, nas próprias organizações e a nível da UE.

Instrumentos de medição dos impactos

Para construir os instrumentos, devem primeiro definir-se os indicadores e só posteriormente se elabora o instrumento: questionários, grelhas de observação, grelhas de registo de análise documental, checklist. Deve, ainda, ponderar-se o seguinte:

– Quem avalia?

– Com que critérios?

– Com que periodicidade?

– A avaliação da mobilidade justifica a disseminação?.

Como definir um indicador

Indicadores são instrumentos de gestão essenciais nas atividades de monitorização e avaliação, pois permitem acompanhar o alcance das metas, identificar avanços, melhorias de qualidade, correção de problemas, necessidades de mudança, etc.

Indicadores são parâmetros quantitativos ou qualitativos que servem para verificar se os objetivos estão a ser cumpridos (avaliação de processo) ou se foram alcançados (avaliação de resultados/impacto). São como sinalizadores da realidade. A maioria dos indicadores dá ênfase ao sentido de medida e balizamento de processos de construção dos projetos.

Objetivos dos indicadores

– Medir os resultados e gerir o desempenho;

– Realizar a análise crítica dos resultados obtidos e do processo de tomada decisão;

– Contribuir para a melhoria contínua dos processos organizacionais;

– Facilitar a planificação e o controlo do desempenho;

– Permitir a análise comparativa do desempenho da organização.

Que indicadores mobilizar

A maioria dos indicadores está associada a objetivos da qualidade. Podem definir-se mais de um indicador para um único objetivo.

Indicadores de recurso ou input: informação sobre recursos humanos ou financeiros a mobilizar. Exemplo: número de horas letivas semanais a afetar para a constituição dos grupos de homogeneidade relativa; montante em euros para a mobilidade.

Indicadores de realização ou output: o que se obtém em troca do “capital” investido. Exemplo: número de mobilidades, avaliação da entidade formadora.

Indicadores de resultado ou outcome: representam a vantagem imediata do projeto para os beneficiários (alunos, professores, funcionários).

Indicadores de impacto ou outreach: consequências do projeto para os diversos beneficiários, que decorrem do resultado. Exemplos: melhoria das práticas, mudança de atitude, mudança de comportamento, estratégias eficazes.

Indicadores para medir o progresso

Benefícios em torno da aquisição, atualização e/ou aprofundamento de conhecimento: o que aprendeu?

Melhoria de capacidades/práticas: consegue fazer algo melhor?

Mudança de atitude: consegue fazer algo diferente?

Mudança de comportamento: mudou as suas práticas após a formação?

Resultados: em que medida é que a frequência do curso contribuiu para o sucesso da organização/para a internacionalização da instituição?

Monitorização da qualidade do projeto: como? quando? porquê?

A monitorização do projeto está focada nos resultados esperados, de forma a provar se os mesmos são atingidos, quando são atingidos e de que forma é que são atingidos.

Especifica a fonte de dados, o cronograma de recolha, o responsável pelo processo.

Define uma estratégia de comunicação da informação com compromissos periódicos.

Monitorização da qualidade do projeto

No processo de monitorização:

– são explicitadas as mudanças esperadas para cada ação definida no projeto, refletindo os objetivos que se pretendem alcançar;

– são utilizados indicadores de impacto apropriados para medir as mudanças esperadas;

– é definido como será assegurado o acompanhamento das diversas mobilidades (quem? quando? com que meios?).

 

 

Início

Erasmus+ 2016-2017