Biblioteca da Escola Básica e Secundária

Físico-Química

Galileu Galilei
(1564-1642)

.

Galileu Galilei

«No entanto, move-se». O matemático e astrónomo italiano Galileu Galilei é considerado um dos mais notáveis cientistas de todos os tempos. Iniciou os estudos em medicina, mas abandonou-os para se dedicar à investigação no campo da matemática e da física. Com apenas 25 anos, transformou-se num brilhante professor da Universidade de Pisa. Ali demonstrou experimentalmente que a velocidade de queda dos corpos era independente do seu peso. Entre as suas descobertas mais notáveis figuram as leis do movimento pendular, às quais chegou, segundo a lenda, enquanto observava a oscilação de uma lâmpada na catedral de Pisa, e as leis do movimento acelerado.

A partir de 1591, exerceu a docência na Universidade de Pádua e, posteriormente, em Florença. Ali, Galileu dedicou-se fundamentalmente à astronomia. Em 1609, a partir de notícias recebidas da Holanda acerca de instrumentos de ampliação, construiu o primeiro telescópio. Com ele, Galileu observou pela primeira vez as montanhas da Lua e os quatro maiores satélites de Júpiter, para além de realizar muitas outras descobertas: estrelas de débil luminosidade, as fases de Vénus, a estrutura de Saturno e as manchas solares.

Os resultados que obteve foram publicados na sua obra-prima, O mensageiro das estrelas, e revolucionaram a astronomia. Partindo do modelo de Copérnico, Galileu afirmou que era a Terra que se movia em redor do Sol, tal como os outros planetas. As suas obras foram revistas pelo Tribunal da Inquisição em 1633 e ele sofreu uma forte pressão eclesiástica. Ameaçado de tortura se não abandonasse as suas ideias, foi proibido de se dedicar à astronomia e teve de retractar-se de joelhos, em cerimónia pública. No momento de se levantar, murmurou «Eppure, si muove!» («No entanto, move-se!»). Aos 69 anos, Galileu foi condenado a prisão domiciliária para o resto da vida. Morreu nove anos depois.