Biblioteca da Escola Básica e Secundária

Física e Química

Glossário

Aleatória

Imprevisível

Ínfima

Mínima

Multidimensional

Que tem mais de três dimensões

Vetor

Segmento de reta orientado

Volt

Unidade de medida de potencial elétrico, de diferença de potencial, de tensão elétrica e de força eletromotriz

.

# Quiz

Será que os gatos têm umbigos? é o título de um livro coordenado por Paul Heiney, onde podes encontrar 244 respostas a perguntas sobre o mundo da ciência. Aqui ficam alguns exemplos.

Eu sei que a eletricidade se deve ao movimento dos eletrões, mas o que é exatamente um eletrão?

Um eletrão é a mais ínfima porção de matéria com carga elétrica. É tão pequeno que um clipe é formado por cerca de 5000 biliões de eletrões.

A maioria das pessoas imagina os eletrões como pequenos corpos esféricos que deslizam velozmente ao longo de um fio, ou orbitam em torno de um átomo, como satélites em miniatura. Mas a imagem dos eletrões como minúsculas bolas de bilhar com carga elétrica nem sempre se aplica, pois esta imagem difere da realidade. De facto, no início do século vinte os cientistas consideravam os eletrões como «ondas aleatórias» e os teóricos modernos neste campo entendem-nos como «campos de vetores multidimensionais». Mas se quiseres saber o que isto significa, terás de consultar um artigo mais aprofundado do que este.

Porque é que só se apanha um choque elétrico se se estiver em contacto com o solo?

A eletricidade é um fluxo de energia que percorre um fio ou um condutor. Se não existe um fluxo, não existe eletricidade. Se não estiveres em contacto com o solo, então a eletricidade não pode fluir e, portanto, não atravessa o teu corpo.

Mas os pássaros pousam nos fios dos postes de alta tensão. Portanto, as suas patas não formam um circuito?

Sim, os pássaros formam um circuito, mas muito fraco. Como em todos os circuitos, a eletricidade propaga-se pelo caminho mais fácil e, dado que o pássaro tem uma resistência muito elevada à eletricidade, esta desloca-se a direito através do fio condutor e o pássaro não sofre uma descarga.

Embora a diferença de potencial entre o fio e a terra possa ser de milhares de volts, a diferença de potencial entre as duas patas do pássaro é extremamente pequena e deste modo pouca corrente se propaga para as patas. No entanto, se conseguisse pôr uma pata no fio e outra no solo, o pássaro estaria frito.

Heiney, Paul (coord.) - Será que os gatos têm umbigo?

Publicações Europa-América, 2009.