Biblioteca da Escola Básica e Secundária

Economia, História

Glossário

Coesão

União; qualidade de algo em que todas as partes estão ligadas umas às outras.

Segurança Social

Programa financiado ou administrado pelo governo para satisfazer as necessidades básicas das pessoas sem recursos. A noção de segurança social nasceu na Alemanha, quando o chanceler Otto von Bismarck promoveu um seguro (ou plano) de doença, em 1883. Nos EUA, o conceito começou a ficar popular com a Social Security Act de 1935.

.

# Quiz

Um mundo melhor: a ideia de estado-providência

O primeiro esquema de segurança social público foi criado na Alemanha no final do século XIX, mas o «Estado de Bem-Estar Social» tornou-se uma ideia muito mais radical: os governos deviam ter legitimidade para cobrar impostos aos mais ricos com o objetivo de melhorar as condições de vida dos mais pobres.

No rescaldo da Segunda Guerra Mundial, os governos europeus procuraram criar «um mundo melhor» através da introdução de sistemas nacionais de saúde que ofereciam cuidados gratuitos aos cidadãos.

William Beveridge (1879-1963)O mais importante defensor desta ideia foi o economista William Beveridge. Nomeado durante a II Guerra Mundial para preparar a criação de um sistema de segurança social abrangente, propôs o conceito de «um mundo melhor» no qual o sistema nacional de saúde, os subsídios aos desempregados e as pensões de reforma fossem financiados através de taxas sociais e impostos. Poucos projetos suscitaram um tão grande entusiasmo a nível internacional. Nos EUA, o presidente Roosevelt proclamou um futuro «livre de carências».

O Relatório Beveridge (1942) teve, porém, aspetos positivos e negativos. Por um lado, introduziu a noção de que uma sociedade só poderia ser considerada desenvolvida se garantisse uma vasta gama de cuidados aos cidadãos.

Os benefícios foram imensos - não só tornou as vidas individuais mais seguras, como a própria sociedade reforçou a sua coesão. As dificuldades surgiram, porém, quando se tornou difícil financiar o custo dos benefícios. A partir de finais do século XX, a maior parte dos Estados em que vigoram sistemas públicos de segurança social começou a pôr em causa, pelo menos, a sua abrangência.

Os governos têm procurado encontrar soluções para os problemas sem desmantelar os sistemas vigentes. Ainda assim, parece que o conceito de «Estado de Bem-Estar Social» tende a ser substituído por sistemas baseados em esquemas individuais de subscrição de fundos ou seguros privados, ficando apenas sobre a alçada dos Estados as situações de maior carência.

Fonte: FERNÁNDEZ-ARMESTO, Felipe - Ideias que mudaram o mundo. Civilização, 2005.